Escape 60 – Como é + Dicas

escape60comoé

Esse post NÃO contém spoilers.

Geente! Vocês já ouviram falar do escape?

O que é

Jogos de escape são aqueles jogos que você está preso em algum lugar e precisa utilizar os objetos disponíveis pra conseguir sair (tem muito pela internet). Acontece que algum gênio decidiu levar esse jogo a outro patamar, trazendo-o para o mundo real: com salas de verdade. Essa moda já pegou lá fora e no ano passado chegou ao Brasil através da empresa Escape60.
O escape 60 disponibiliza várias salas temáticas para os jogadores. Cada sala é um jogo diferente, com uma história à parte (pode ser uma prisão, um quarto de hotel…). As pessoas podem jogar em grupos de 4 a 10. O grupo fica trancado na sala escolhida e precisa encontrar pistas escondidas, decifrar códigos, trabalhar muito em equipe e conseguir sair em até 60 minutos.

As salas principais

Corredor da Morte: “Há 12 anos você foi preso injustamente em virtude de um assassinato que não cometeu e agora foi condenado à pena de morte. O carcereiro Keeper retornará em uma hora e você será levado para a cadeira elétrica. Na história, apenas uma pessoa conseguiu escapar dessa prisão.”

O Falsário: “Em seu leito de morte, sua querida tia-avó lhe deixou uma carta dizendo que sua grande fortuna foi roubada por seu companheiro e que o quadro mais valioso de sua coleção de arte foi deixado como herança para você. O problema é que você precisa resgatá-lo no Ateliê do Sr. Faussaire. Este homem negociou o quadro com a máfia mundial de obras de arte e retornará com os compradores em 60 minutos. Nesta sala, 2 grupos jogarão em paralelo, competindo entre si!”

O Laboratório do Dr. Mortare: “Dr. Mortare é um cientista que desenvolveu uma fórmula letal para despejar na estação de tratamento de água. Você e sua equipe fazem parte da divisão especial antiterror e precisam descobrir onde está a fórmula para salvar a cidade. Entretanto, se não saírem da sala em 60 minutos serão mortos por um gás letal.”

Operação Resgate: “Sua prima desapareceu durante uma onda de assassinatos em série que ocorrem exatamente à meia-noite. Pouco antes do sumiço, ela mencionou que estava namorando um rapaz recém-chegado na cidade e que estava hospedado no Hotel Plaza. A polícia vasculhou o local e não encontrou pistas. Uma camareira, porém, informou que havia um quarto que a polícia não viu. Você e sua equipe tem 60 minutos para resgatá-la.”(Descrições retiradas do site).

Minha experiência – Como foi

Primeiro fiquei nervosa por saber que iria ficar realmente trancada na sala. A sala tem um botão vermelho que o participante pode apertar para sair do jogo a qualquer momento, caso se sinta mal por algum motivo (mas não é possível voltar ao jogo depois). A verdade é que, depois que entrei na sala, nem vi o botão vermelho e não fiquei com “claustrofobia” em nenhum momento. 60 minutos, o que de início pode parecer muito, passaram voando!! Eu e meu grupo ficamos completamente envolvidos no jogo, como se aquilo ali fosse a vida real.
A ambientação é perfeita. Fomos na sala “Corredor da Morte”, que se passa numa prisão. Gente, tem uma cama de verdade, grades e até um banheiro sujo! ahahha
Valeu muito a experiência! Já estava nervosa dias antes (pessoa tranquila que sou) e depois não conseguia pensar em outra coisa. Só no que poderia ter feito diferente pra conseguirmos sair em 60 minutos. Quando o tempo acabou estávamos na última etapa, faltando bem pouco mesmo. Acho que mais 1 minutiinho a gente conseguia (por isso todos fazendo 1 na foto!).

Dicas

✿ Trabalhe em equipe. Uma pessoa fazendo tudo sozinha dificilmente conseguirá sair em 60 minutos.
✿ Tente dividir as tarefas. Formar grupinhos e colocar cada um numa função pode ser uma boa estratégia. Isso evita que alguém fique perdido sem ter o que fazer, além de agilizar a resolução dos enigmas.
✿ A comunicação é muito importante. A falha nela pode fazer com que o grupo perca bastante tempo, o que é precioso no jogo. No meu grupo, por exemplo, aconteceu de pessoas estarem procurando pistas em um lugar ou objeto onde outra pessoa já tinha encontrado antes. Como era muita gente, não conseguíamos ver tudo o que já havia sido feito.
✿ Cuidado para não bagunçar e modificar as pistas. Ás vezes, tirar uma pista do lugar pode dificultar a compreensão do enigma.
✿ Atenção aos mínimos detalhes. Uma pista pode estar escondida em qualquer lugar, por isso é preciso estar MUITO atento. O lado ruim disso é que a gente acaba achando que TUDO é uma pista… e pode acabar perdendo tempo em uma coisa que é totalmente irrelevante pro jogo.rs
✿ De tempo em tempo, dicas sonoras são passadas aos jogadores (ouvi dizer que o grupo pode decidir se quer recebê-las ou não). Atenção à essas dicas, elas costumam ser bem mais diretas e fáceis, já que é realmente para ajudar quem não está conseguindo decifrar as dicas da sala. Então silêncio e calma são importantes nessa hora. Se estiver todo mundo gritando, ninguém vai escutar a dica, ela terá que ser repetida e lá vai mais tempo perdido.

Vale a pena?

Sem dúvida minha resposta é: SIIIIIM, MUITO, DEMAIS!
É uma experiência única e real de estar preso em uma sala com seus amigos e ter que usar sua percepção e inteligencia para sair a tempo. É  pura adrenalina e diversão. Acho que todos devem experimentar, ir pelo menos uma vez.
Eu e meus amigos viciamos e já estamos marcando de ir em uma outra sala (super queria ir em toda$$$).

De 10 a 15% dos grupos conseguem sair em até 60 minutos.
E o seu? Será que você conseguem?
–> Reservas pelo site:
http://www.escape60.com.br/

Quem for me conta se conseguiu sair!
beijooos

Instagram  Bloglovin’  Pinterest   Weheart  Flickr  Google+

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s